terça-feira, 5 de maio de 2009

~~*Todas as sensações*~~

"O que nós vemos das coisas são as coisas
Por que veríamos nós uma coisa se houvesse outra?
Por que é que ver e ouvir seria iludir-nos
Se ver e ouvir são ver e ouvir?
Alberto Caeiro

8 comentários:

yehuda disse...

sensacional, beleza e estética incomparável, e mesmo com ligeiro atraso meus aplausos por colocar Emily Dickinson, mulher vindo com certeza de outro planeta, reclusa na sua casa e na sua castidade, maior poeta mulher das americas, FLOR, me permita sugerir outra poeta,Sylvia Plath merece

Nany disse...

e o que o coração sente?
ele sente ou acha que sente??
e quando o corpo reage a essa sensação? é imaginação?é ilusão?

amiga... estou perdida num redemoinho de emoções... não tenho onde me segurar...

Compulsão Diária disse...

Pois é, Nós, foi esse ver e ouvir. Todas as sensações. Sem iludirmo-Nos

Taliesin disse...

Olá minha amiga
muito lindo o texto, bom para pensar refletir
adorei

beijos

Palma da Mão disse...

E será que algum dia, parámos para pensar porque damos nomes às coisas, se simplesmente sabemos usá-las?!É por isso que Amor, Amizade,Paixão, Respeito...não se vêm e não se usam como adorno ou objecto, sentem-se...em nós e nos outros...
Beijinhos
Liliana

meus instantes e momentos disse...

muito legal teu blog, gosto de voltar aqui.
Maurizio

O Profeta disse...

As andorinhas do Mar chegaram
Com alegria tatuada nas penas refulgentes
Soltam chilreados estridentes
Dançam no azul, rodopiam contentes

A maresia adormeceu na areia
O mar transformou-se em espelho de água
Uma nuvem mirou-se nele
Verteu uma última gota de mágoa




Doce beijo

Daniel Savio disse...

É meio complexo, pois nem sempre as coisas se mostram como deveriam ser...

Fique com Deus, menina "Flor".
Um abraço.